Carências e exigências.

Um amigo postou ontem no Facebook uma pergunta que revelava seu incômodo com o fato de não encontrar uma parceira digna desse nome. Hoje cedo, ele já havia apagado o post, talvez por ter se arrependido da confissão pública.

O sujeito é jovem, simpático, inteligente, generoso, afetuoso, animado, boa pinta (do tipo que chama a atenção da maioria), com situação financeira decente. É um tipo que, teoricamente, tem tudo para conquistar uma garota e viver com ela um lindo romance, dure o tempo que durar. O que pode estar dando errado?

Gustav_Klimt_TheMaiden_1913

“As Donzelas”,  pintura de Gustav Klimt.

 

O caso dele não é único, obviamente. Deparo o tempo todo com amigas e amigos que buscam um relacionamento afetivo-sexual que lhes dê mais alegria de viver, mas não encontram pessoas dispostas ao mesmo. Há sempre um obstáculo, que pode estar na própria cabeça, na cabeça do outro ou em ambas. São seguidos desencontros.

Já escrevi sobre este tema aqui. Retomo-o porque a situação volta e meia aparece na minha frente. Está bem. Alguns encontraram sua cara-metade (calma, realistas, não uso o termo no sentido literal!). No entanto, observo mais desencanto, separação, desentendimento que encanto, união e entendimento entre casais — quando se chega a se formar um casal!

No caso desse meu amigo do post confessional, suspeito de que ele esteja sem namorada porque é idealista. Ele me passa sempre a impressão de que busca um ideal de mulher. Não digo só fisicamente. Suspeito de que ele busque uma garota psicologicamente interessante para ele, que tenha uma personalidade compatível com a dele. Talvez não tenha paciência de descobrir o que há por trás das aparências. Não sei…

Gustav_Klimt_TheKiss

“O Beijo”, pintura de Gustav Klimt (que tem outra com o mesmo título).

 

A exigência costuma estar por trás da solidão. A gente quer uma pessoa que a gente ache fisicamente bonita, inteligente, sensível, compreensiva, honesta, sincera, financeiramente estável, agradável, divertida, bem informada etc, etc, etc.

Há os mais exagerados, que esperam que a parceira ou o parceiro saiba cozinhar, entenda de vinho, conheça a Europa, fale idiomas, tenha pós-gradução. Parecem estar montando um processo seletivo para contratação de funcionários e não abertos a descobrir pessoas espontaneamente. Assemelham-se mais a profissionais de RH que a futuros amantes.

Sim, é razoável desejar o melhor para si. Quem sou eu para dizer o contrário? Também tenho minhas exigências. O problema é que o exigente não pode reclamar se não encontrar a parceira ou o parceiro de seus sonhos. Idealismo é roubada! Tenho aprendido isso a duras penas.

Gustav_Klimt-TheEmbrace

“O Abraço”, obra de Gustav Klimt.

 

Certos clichês fazem sentido e, talvez por isso mesmo, tenham se tornado lugares comuns. A pessoa que a gente tanto busca pode estar do lado da gente, e aquela em quem a gente vê tantos defeitos talvez esconda qualidades que um olhar muito crítico não permite enxergar.

Eu sei… Eu sei.. É fácil dizer. Na hora H, a gente apela para o amor-próprio e enxota quem não parece adequado aos padrões ideiais que a gente tem em mente. Vou além. Concordo com quem se separa porque a união traz mais dor de cabeça que satisfação. Certíssimo. Masoquismo para quê? Ninguém merece. Em todo caso, tenho exercitado a habilidade de abrir os olhos para quem não tem o “currículo” ideal. Garanto que, no mínimo, tenho me divertido muito, muito mais.

Alma-gêmea? Existe, sim! É aquela que a gente aprende a valorizar e que aprende a valorizar a gente. Chamo a atenção para o verbo aprender, que não empreguei por acaso. Posso estar redondamente enganado sobre tudo isso, mas é o que a vida vem me ensinando, seja pela dor, seja pelo amor.

Anúncios
Esse post foi publicado em Amor & sexo, Comportamento e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.